Desenvolvendo, testando e liberando

10

Como você desenvolve, testa e implementa seus sites do Wordpress?

É sempre um pouco frustrante, especialmente em bancos de dados - principalmente devido ao fato de que ter um site de teste precisa de um banco de dados totalmente novo para ser implantado, o que pode ser EXACTAMENTE o mesmo, exceto que todos os links são alterado para o URL do site de teste, em vez do site ativo.

Da mesma forma, qualquer upload feito pelos usuários desde a última vez em que você precisou corrigir um bug ou desenvolver algo novo terá que ser copiado para o site de teste.

Como os outros fazem isso? Você apenas aturar o faff? Você usa sistemas de controle de versão inteligentes que ajudam?

Obrigado

    
por Thomas Clayson 15.12.2011 / 13:33

1 resposta

12

Há um pouco de filosofia pessoal que entra em um fluxo de trabalho de implantação. Não é uma pergunta fácil de responder sem conhecer sua experiência com servidores e controle de versão, seu sistema operacional, hospedagem, experiência do cliente e cultura de tecnologia, etc ...

  1. Aqui está uma pergunta semelhante que tem muita explicação.
  2. Para a implantação de conteúdo, você pode conferir o plug-in RAMP do Crowd Favorite .
  3. O
  4. WP Hackers é um ótimo tópico para encontrar boas informações sobre implantações.

Pessoalmente, garanto que nunca codifique URLs absolutos em meus temas. Use URLs bloginfo () ou códigos relativos. Eu uso um monte de condicionais no meu arquivo wp-config.php. Aqui está uma versão baunilha das minhas edições wp-config.

switch($_SERVER['SERVER_NAME']){
    case 'dev.yourdomain.com':
        $db_host = '';
        $db_pass = '';
        //define debugging
        break;
    case 'stage.yourdomain.com':
        $db_host = '';
        $db_pass = '';
        break;
    default: //Live
        $db_host = '';
        $db_pass = '';
}
define('DB_PASSWORD', $db_pass);
define('DB_HOST', $db_host);

//You could also set this as a variable above
define('WP_HOME', 'http://'.$_SERVER['SERVER_NAME']));
define('WP_SITEURL', 'http://'.$_SERVER['SERVER_NAME']));

Eu trabalho em muitos sites que seguem o

  • local (hacking pessoal :) no meu servidor web laptop) >
  • dev (teste no servidor do cliente) >
  • estágio (fonte estável para controle de qualidade - edição de conteúdo) >
  • produção (site ao vivo)

Por fim, sugiro que você use uma ferramenta de controle de versão para auxiliar nas implantações, como o GIT ou o SVN. Facilita significativamente o processo e mantém a integridade da fonte entre os ambientes. Comprometer-se com o seu local é facilmente atualizado via linha de comando no palco e produção. É melhor durante a descoberta definir qual controle de versão você e o cliente usarão desde o início se eles tiverem desenvolvedores trabalhando no projeto. Eu pessoalmente uso o GIT para o meu controle de versão. No entanto, se um cliente usa o SVN, eu faço uma mistura dos dois no meu local, por isso mantenho um repositório para mim mesmo, ao mesmo tempo que me comprometo com o repo.

Raramente temos problemas ao migrar de um ambiente para outro. Nós encontramos / substituimos no banco de dados para alterar o URL de acordo com a mídia incorporada, etc ...

    
por Brian Fegter 15.12.2011 / 14:29

Tags